Tênis em Cadeira de Rodas

Por: Keylla Holanda (Técnica de Tênis em Cadeira de Rodas)

Como é disputado

 

O Tênis em Cadeira de Rodas é disputado de forma semelhante ao Tênis convencional. Basicamente, a principal diferença é a regra dos dois quiques, que permite que a bola possa quicar até duas vezes.

As regras oficiais são as mesmas: a quadra, a bola, a raquete, os golpes, são todas iguais. O fato dos atletas jogarem na cadeira de rodas permite a existência de adaptações e particularidades quando se trata de movimentação, ajustes de golpe e tática.

Dentre as particularidades, com relação à regra dos dois quiques, o segundo quique pode ser fora dos limites da quadra. Além disso, a cadeira de rodas é adaptada para o esporte, com grau de cambagem (inclinação das rodas) que proporciona velocidade e equilíbrio. Outro detalhe é o anti- tip, uma pequena roda na parte de trás da cadeira, que funciona como sistema de segurança, estabilizando a cadeira para que o jogador não tombe para trás. As cadeiras deste esporte também tendem a serem mais leves que as usuais.

 

Quem pode praticar?

 

Amputados, paralisados cerebrais, lesados medulares, entre outras deficiências físicas.

 

A classificação na modalidade

O principal fator determinante para uma pessoa poder competir na cadeira de rodas é ter sido diagnosticada por médico especialista com um comprometimento relacionado à locomoção.

Obrigatoriamente a pessoa tem que ter comprometimento em um ou mais membros inferiores e deve ter perda funcional total ou parcial relacionada a uma ou mais extremidades do corpo.

Um jogador só é elegível para competir em Torneios de Tênis em Cadeira de Rodas ITF se este passar pela classificação funcional e for alocado em uma classe esportiva elegível e designado como status de classe esportiva de acordo com as regras de classificação ITF (válido a partir dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2021).

Existem duas classes esportivas no Tênis em Cadeira de Rodas: Open e Quad. A elegibilidade para estas é baseada na extensão em que a deficiência elegível do jogador afeta sua capacidade de executar os movimentos fundamentais. 

A classe Open ou Aberta é para atletas diagnosticados obrigatoriamente com alguma deficiência nos membros inferiores. Já a classe Quad ou Tetra é para atletas com deficiência em três ou mais extremidades do corpo.

A modalidade no Brasil

O tênis em cadeira de rodas é gerido nacionalmente pela Confederação Brasileira de Tênis. Mais informações em www.cbtenis.com.br.

 

O Tênis em Cadeira de Rodas Brasileiro nos Jogos Paralímpicos

 

O Brasil nunca conquistou uma medalha nesta modalidade.

Regras Oficiais (em inglês) - clique aqui
Descrição da Modalidade

Gasto Calórico

Impacto

Contato entre Competidores