© Copyright 2019 paratleta.com.br. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Halterofilismo

 

Como é disputado

 

Dentre todas as modalidades disputadas nos Jogos Paralimpicos, o halterofilismo não é dividido por classes funcionais, mas sim são categorizados por peso, como no halterofilismo convencional. São dez categorias femininas e dez masculinas. 

 

Deitado em um banco, o atleta executa o movimento conhecido como supino. Este movimento consiste em retirar a barra do apoio (com ou sem ajuda do auxiliar central) com os braços totalmente estendidos, descer a barra até a altura do peito, e eleva a barra até a altura inicial. Este movimento pode ser feito até três vezes, e o maior peso é validado. Os árbitros ficam atentos à execução contínua do movimento e à parada nítida da barra no peito.

 

 

Quem pode praticar?

 

Amputados, paralisados cerebrais, lesados medulares, entre outras deficiências físicas.

 

A modalidade no Brasil

 

O halterofilismo é gerido nacionalmente pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, por meio da Coordenação de Halterofilismo. Mais informações em www.cpb.org.br.

 

O Halterofilismo Brasileiro nos Jogos Paralímpicos

 

0 ouro

1 prata

0 bronze

Regras Oficiais (em inglês) - clique aqui

 

 

Descrição da Modalidade

Gasto Calórico

Impacto

Contato entre Competidores