© Copyright 2019 paratleta.com.br. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Natação

 

Como é disputada

 

Na modalidade, competem atletas com diversos tipos de deficiência (física, visual e intelectual) nos quatro estilos: livre, costas, medley e peito. As provas são divididas na categoria masculino e feminino, com 14 classes. As classes de 1 a 10 são para atletas com deficiência física, de 11 a 13 atletas com deficiência visual, e 14 para atletas com deficiência intelectual.

 

As adaptações são feitas nas largadas, viradas e chegadas. Os nadadores cegos recebem um aviso do tapper, por meio de um bastão com ponta de espuma quando estão se aproximando das bordas. A largada também pode ser feita na água (para qualquer estilo, e não somente no costas, como é na natação convencional), no caso de atletas de classes mais baixas, que não conseguem sair do bloco. As baterias são separadas de acordo com o grau e o tipo de deficiência.

 

Quem pode praticar?

 

Deficientes visuais, deficients intelectuais, amputados, paralisados cerebrais, lesados medulares, entre outras deficiências físicas.

 

A modalidade no Brasil

 

A natação é gerida nacionalmente pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, que atua também como confederação desta modalidade. Mais informações em www.cpb.org.br.

 

A Natação Brasileira nos Jogos Paralímpicos

 

32 ouros

34 pratas

36 bronzes

Regras Oficiais (em inglês) - clique aqui

 

 

Descrição da Modalidade

Gasto Calórico

Impacto

Contato entre Competidores